O que é IPCA e por que ele afeta o seu dinheiro?

Afinal, o que é IPCA e como ele afeta a sua vida financeira e seus investimentos? Neste texto, explicamos tudo o que você precisa saber!

Homem segurando pote de dinheiro com significado que o Aplicativo de finanças pessoais da organizze ajuda pessoas a não cair nos juros rotativos do cheque especial
o que é IPCA

Com frequência, notícias mencionam o que é IPCA, como ele funciona e notícias relacionadas à inflação. No entanto, muitas pessoas desconhecem o significado do IPCA e como ele impacta suas finanças. Nesse artigo, explicamos tudo o que você precisa saber!

O que é IPCA?

IPCA é a sigla para Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. Este índice, como indica seu nome, mede as variações de preços de uma variedade de produtos e serviços consumidos pela população brasileira.

É calculado todos os meses pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e atua como o principal indicador da inflação no país. Tanto o governo federal quanto o Banco Central do Brasil baseiam-se nele para ajustar a taxa de juros.

Existem também outras versões do IPCA, como o IPCA-15, que abrange dados coletados do dia 16 de um mês ao dia 15 do mês seguinte, e o IPCA-E, que representa o acumulado trimestral baseado no IPCA-15.

IPCA acumulado: o que significa?

O termo, bastante popular, indica a variação da inflação em um determinado período de tempo. Em geral, o IBGE utiliza o intervalo de doze meses para demonstrar a variação.

Esse índice é crucial tanto para investimentos quanto para ajustes salariais. No caso dos investimentos, é importante superar a inflação para assegurar lucratividade. Já nos ajustes salariais, ele é usado para manter o poder de compra das famílias no Brasil.

o que é IPCA
Sabe o que é IPCA é saber, também, como funciona a inflação no país (Imagem: pch.vector via Freepik)

Como funciona o IPCA?

O IPCA tem a função de rastrear as mudanças de preços dos principais produtos consumidos no Brasil. Essa seleção de produtos e seus preços são igualmente examinados pelo IBGE através da Pesquisa de Orçamentos Familiares.

Nesta seleção, itens comuns incluem arroz, feijão, material escolar, tarifas de ônibus, entre outros. O propósito é avaliar o custo médio de vida para 90% da população das áreas urbanas, que têm uma renda mensal variando de 1 a 40 salários mínimos.

Como o IPCA é calculado?

Então, como é realizado o cálculo do IPCA? Como pode ser presumido, a primeira fase é a coleta de preços, que ocorre mensalmente em lojas, residências e empresas prestadoras de serviços públicos.

Essa coleta é feita pelo IBGE, abrangendo aproximadamente 400 mil preços em um mês e cerca de 30 mil estabelecimentos. Após essa fase, os índices são combinados para formar o índice nacional.

Para quem deseja calcular o IPCA, o IBGE disponibiliza uma calculadora oficial do índice, que também explica a metodologia de cálculo. A seguir, mostraremos como usá-la.

Como calcular IPCA
No cálculo, consideramos a inflação acumulada entre março de 2022 e março de 2024 (Imagem: IBGE)

O que significam as variações?

Devido a essas atualizações frequentes, o valor do IPCA varia com o tempo. Quando há um aumento nos valores, isso significa que os itens de consumo estão encarecendo, refletindo um aumento na inflação. Isso é frequentemente descrito com termos como “o IPCA aumentou”.

Por outro lado, uma variação negativa no IPCA não significa uma queda nos preços, mas sim que a inflação foi mais baixa. Na prática, isso significa que os preços não aumentaram tão rapidamente quanto antes.

Como ele afeta o salário?

O IPCA, como indicador da inflação, ajuda a população a compreender se seu poder de compra aumentou, diminuiu ou se manteve estável em comparação ao mês anterior. Idealmente, o salário mínimo deveria aumentar mais do que a inflação, embora isso nem sempre ocorra na prática.

Portanto, se o IPCA aumentar 5% em um ano, mas a renda do trabalhador subir apenas 3%, haverá uma redução de 2% no poder de compra.

Relação do IPCA com a taxa Selic

Este índice também está relacionado à taxa básica de juros do Brasil, a Selic. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central usa o índice de inflação como um dos critérios para ajustar essa taxa.

Dessa forma, quando a inflação sobe continuamente, o Banco Central pode agir sobre os preços, aumentando a Selic.

Como consultar o IPCA?

Para consultar o IPCA e entender a quantas anda a inflação no país, você deve acessar o histórico oficial no site do IBGE. Para quem deseja saber as variações do IPCA em 2023, listamos os resultados mensais abaixo. 

IPCA hoje: confira tabela de 2023

Atualmente, o IPCA está em 0,24%. Nos últimos 12 meses, o acumulado do IPCA atingiu 4,82%. No decorrer de 2023 até agora, o acumulado do IPCA é de 3,75%, enquanto que o acumulado do IPCA em 2022 foi de 5,78%.

Tabela IPCA 2023
A tabela IPCA de 2023 do IBGE monstra o índice mensal e o acumulado (Imagem: IBGE)

Como o índice afeta os investimentos?

Já que o parâmetro aponta como está o poder de compra no país, sua aplicação é muito ampla. Assim, ele ainda serve como referência no rendimento de diversos investimentos.

Além disso, ele está presente na análise de qualquer investimento, ainda que não seja diretamente atrelado a ele. Isso porque, como demonstra a inflação no país, o investidor precisa observá-lo para entender se os rendimentos em renda fixa e variável vão superar a inflação ou não.

Investimentos atrelados a ele

Em investimentos sujeitos ao IPCA, a rentabilidade será o resultado da variação do índice mais o retorno da taxa predefinida.

Mas, afinal, o IPCA serve de referência direta para quais investimentos? Listamos as principais opções abaixo.

  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Fundos de investimento;
  • Letra de Crédito do Agronegócio (LCA);
  • Títulos públicos;
  • Debêntures.

E, claro, além desses itens há também o famoso Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA.

O que é IPCA+?

Já que abordamos esses investimentos, vale a pena esclarecer o que significa IPCA+. Esse conceito costuma ser fonte de dúvidas.

O termo “IPCA+” é frequentemente utilizado em investimentos, principalmente naqueles de renda fixa. Ele se refere a um tipo de investimento cuja rentabilidade é atrelada à inflação, medido pelo IPCA, garantindo um retorno que supera a perda do poder de compra.

Investimentos classificados como IPCA+ normalmente incluem um rendimento adicional. Não é raro encontrar opções que oferecem um retorno de IPCA+ mais uma taxa fixa, como 4%, por exemplo.

Conselheiro de empresas, mentor, empreendedor e investidor serial apaixonado por scale-ups e venture capital. Palestrante em diversas iniciativas do ecossistema brasileiro de inovação e empreendedorismo.